Caminho a Ilha de Mozambique

In Africa, De Joanesburgo A Bilibiza, Moçambique, Moçambique 2015, Não categorizado, Viagens by hufanLeave a Comment

São as oito da manhã e lentamente a gente se prepara para viajar do carro particular. Que luxo de viajar em um carro, especialmente após das mas de  quarenta horas de ônibus que sobrevivemos desde que aterramos em Joanesburgo.
Paramos em um pequeno café onde felizmente têm um gerador também e podemos desfrutar de uma xícara de café e uma ótima sopa de feijão. Daqui vamos para Nampula visitar mãe de Ismael, a tia e um outro irmão dele, quem já conhecemos a última vez que viemos para Moçambique. No caminho, Ismael pára em vários vendedores ao lado da rua e compra diferentes tipos de frutas como bananas, papaia, ananas e alguma fruta que tem jeito de oliva, mas tem um gosto um diferente.buying on the road
Quando chegamos na casa da mãe, ela tem preparado um delicioso almoço para nós com frango, peixe e mangas em conserva. A mãe de nosso amigo parece um pouco doente, mas ainda podemos ficar em boas conversas, a que Ismael diz que é hora de ir embora se ainda queremos chegar à Ilha.
Voltamos no carro. O que um luxo para não viajar de transportes públicos por um tempo, recostar, apreciar a paisagem e esperar até chegar. Não andando por aí, sem mudar de transporte. Mas então de repente este ruído:Flop, flop, flop…” Um pneu furado. um ereposto na parte de trás do carro, mas também não tem todo o ar. Bom, pelo menos um pouco. Então vamos trocar o pneu e Ismael quer continuar dirigindo. Mas seu irmão Dinho diz que e melhor primeiro parar um caminhão e ver se eles têm um compressor a bordo para inflar o pneu. O próximo caminhão que vem pára imediatamente e duas pessoas vir em nossa direção e tentar ajudar como eles podem, mas o compressor não parece funcionar. Então Dinho e eu vamos com eles no caminhão, enquanto Hudie e Ismael dirigem o carro assim pelo menos tiramos um pouco de peso do carro.car 2
Quando entramos no caminhão fico bastante surpreso. Ha doze pessoas aqui dentro. Em geral, parece comum os caminhões peguem pessoas na estrada, mas não pensei que seriam tantas!.
Eles conduzem ate o próximo posto de gasolina e temos de esperar que Ismael e Hudie cheguem. Enquanto estamos esperando, olhamos ao redor para encontrar um compressor. Primeiro nem pedimos em posto de gasolina, direitamente nós vamos para um negócio de máquinas de construção chinesa achando que eles teriam algo para nos ajudar. Mas a guarda diz que eles não estão autorizados a usar qualquer coisa sem aprovação de cima, e o chefe não está aqui no momento.
No posto de gasolina eles usam seu gerador de eletricidade agora e não tem um compressor para deixá a gente encher o pneu. Então a única coisa disponível é um rapaz forte que estava esperando por esse momento. Saca sua pequena bomba de mão e começa a bombear. Demora um pouco, mas funciona.
Nnovamente, está ficando escuro e vamos chegar muito mais tarde do que esperávamos. Temos que ter paciência, boa vinda a Moçambique!
[slideshow_deploy id=’5175’]

There are no comments

Join the conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  
Please enter an e-mail address